Sobre

Stefano Maccarini é natural de Criciúma/SC. Começou a estudar fotografia por conta própria em 2009, enquanto ainda estudava Engenharia Mecânica na Universidade Federal de Santa Catarina. Começou a trabalhar com fotografia em 2012 na Revista Naipe. Após concluir o curso de Engenharia, em 2013, mudou-se para São Paulo e começou a trabalhar na área de fotojornalismo e vídeo.

Já colaborou com foto e vídeo para Folha de São Paulo, Cervejaria Nacional, Natura Cosméticos, Valor Econômico, Balaclava Studio, Jornal Giro S/A, Revista 29 Horas, Monocle Forecast. Foi repórter da TV Folha, fotógrafo e videomaker na Studio Prime SP.

Em 2014 criou a TEFOPRESS, editora independente de zines e fotolivros. No mesmo ano publicou pela editora a Revista Quiprocó, voltada para histórias e ideias sobre a vida urbana. No ano seguinte fez parte da Primeira Turma de Treinamento de Foto e Vìdeo da Folha de São Paulo, onde produziu a reportagem “Amor nos Tempos de Crise”, do especial “Que Crise é Essa?”. No final do ano de 2016, criou a Caminho Mobilidade Ativa, uma newsletter sobre mobilidade ativa na cidade de São Paulo que além de newsletter também é um canal no youtube e uma página no facebook.

Em 2018 criou o canal de YouTube Bootlegs malditos e o podcast PodLixo, ambos projetos com foco na música independente brasileira. Foi Co-diretor do filme “Cadê o Bonde que Passava Aqui?” contemplado pelo PROAC em 2018. Diretor da websérie “Férias da Desgraça” lançada em 2019 e idealizador do Botaperna Festival de Vídeos de Música. É responsável pela edição de som do podcast “Folha na Sala” produzido pela Folha de S. Paulo. Desde 2019 também é assistente de estúdio de fotografia, TV e rádio do SENAC São Miguel Paulista

Site desenvolvido por: Daó