Gerador de zine

Olá! Seja bem vinde ao gerador de zine. Zine ou fanzine como a gente gosta de chamar. Um zine é nada mais nada menos que um gibi de baixo custo. Algumas páginas de papel dobrada com alguma coisa pra dizer e pronto. Dentro vai ter textos e figuras produzidas pelo próprio autor, grupo de autores, ou ainda roubada de livros, revistas, internet. As pessoas fazem fanzines sobre as coisas mais diversas que você pode imaginar e a graça é você criar o seu próprio, distribuir ou vender entre os seus amigos e conversar com eles a respeito. Abaixo você tem um zine pronto para ser impresso gerado aleatoriamente a partir de conteúdos selecionados previamente pelo Estúdio Daó.

Para montar seu zine, você precisa de uma impressora e 4 folhas de sulfite.

Com esses materiais em mãos:

  1. Clique no botão imprimir abaixo ou no menu do seu navegador;
  2. Você vai precisar imprimir frente e verso. Se sua impressora tenha essa opção é só seleciona-la e seguir as instruções, caso não tenha é só fazer esse processo manualmente. O jeito mais fácil é você colocar primeiro para imprimir todas as páginas ímpares (1, 3, 5 e 7) e depois você vira as folhas, coloca novamente na impressora e pede para imprimir as páginas pares (2, 4, 6 e 8).
  3. Com as folhas impressas é só dobra-las ao meio e seu zine tá pronto!

Obs.: A impressão do zine funciona melhor no navegador Chrome.

ZINE GERADO ALEATORIAMENTE
A PARTIR DE CONTEÚDOS SELECIONADOS PREVIAMENTE

Autogestão

Flicts

Você come restos
Vive na humilhação
Grite por justiça
Diga não à exploração!
Tenha consciência
Engrosse a revolução
Tenha seu futuro
Seu futuro em suas mãos!

Refrão (4x)
Mate seu patrão e implante
A autogestão!

Tome cuidado com a cultura da publicidade

Gustavo Gitti

Você entra no que parece ser um centro cultural, mas é uma agência de publicidade. Você lê um manifesto sobre como mudar o mundo, mas é apenas um quadro na parede para não ficar tão evidente que ali se faz publicidade.

Parece que você está no cinema. Mas você se ouve falando no celular: “Ah, eu tô aqui no da Augusta…”. Não seria errado dizer que você está num banco que por acaso também passa filmes.

Você lê a descrição do Instagram e aquilo parece ser um movimento espiritual focado na compaixão, mas basta um pouco de pesquisa para descobrir que é uma empresa de consultoria.

Você acha que está em um debate sobre filosofia, mas é uma “ação”, um evento, um circo montado, uma armadilha. Sua fala não será ouvida. Ela será envelopada como “conteúdo” para que a marca seja associado com algo mais do que o produto.

Você compartilha uma notícia, mas aquilo é parte de uma campanha publicitária ou mero clickbait para alguém ganhar alguma grana com anúncios.

Você acha que está abrindo uma conversa sobre um tema importante…Acorde: você acabou de fazer uma “talk inspiradora”. Seu papel foi cumprido. Ao descer do palco, já tem outra pessoa falando e enchendo as pessoas com mais slides. Depois você ouvirá algo como "Gratidão por sua palestra inspiradora", mas não muito sobre os pontos que tentou levantar.

Você chora com uma história de superação, mas é um comercial vendendo tênis.

Você acha que é uma novela, mas é uma história real aparecendo na tela do ônibus. E quando você acha que é real, é uma cena da novela. O design é o mesmo: imagem e legenda embaixo. Tudo é "conteúdo" na cultura do entretenimento, vocês entendem?

A condição humana

Hannah Arendt

A rigor, a esfera dos negócios humanos consiste na teia de relações humanas que existe onde quer que os homens vivam juntos.

artista

https://michaelis.uol.com.br/moderno-portugues/busca/portugues-brasileiro/artista

ar·tis·ta
sm+f
1 Indivíduo que se dedica às artes ou faz delas meio de vida: ator, bailarino, cantor, desenhista, escritor, escultor, fotógrafo, gravurista, músico, pintor etc.
2 O que revela sensibilidade artística ou gosto pelas artes.
3 Pessoa envolvida nas atividades de criação e interpretação de obras teatrais, cinematográficas ou coreográficas, veiculadas em rádio, cinema, teatro, televisão ou circo.
4 Pessoa dotada de habilidades ou particularidades físicas especiais e que se apresenta em circos, feiras, festivais etc.
5 Pessoa exímia no desempenho de seu ofício; artífice.
6 Operário ou artesão; obreiro.
7 COLOQ Pessoa que sabe gozar a vida.
8 COLOQ Indivíduo enganador; esperto, astucioso.
9 COLOQ Indivíduo desligado, distraído, pouco afeito às realidades da vida.
10 COLOQ Expressão usada como indeterminador de pessoa, muitas vezes com uma carga semântica irônica, indicando esperteza: Apenas o artista aí é que chegou atrasado.
adj m+f
1 Que tem sensibilidade artística ou gosto pela arte.
2 Diz-se de pessoa talentosa, habilidosa, jeitosa.
3 FIG Que é esperto; astuto, enganador.
EXPRESSÕES
Artista performático: a) aquele que, na realização de um espetáculo, faz uso de várias modalidades artísticas, atuando como ator, cantor, dançarino etc.; b) aquele que não interpreta um papel, mas age no próprio nome, podendo interagir com o público com sua verdadeira identidade, seguindo um roteiro ou improvisando.
INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES
SIN: performer.
ETIMOLOGIA
der de arte+ista, como ital artista.

Como o MST se tornou o maior produtor de arroz orgânico da América Latina

Paula Sperb para a BBC Brasil

O agricultor Isaías Vedovatto tinha 22 anos quando cortou a cerca da Fazenda Annoni, em Sarandi (RS), na madrugada de 29 de outubro de 1985. Ele foi o primeiro dos 7,5 mil camponeses, de mais de 30 cidades gaúchas, a pisar na invasão de terra, marcante na história do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

Agora, aos 54 anos, Vedovatto testemunha o MST se tornar o maior produtor de arroz orgânico (sem agrotóxicos) da América Latina - em uma nova etapa do movimento, que é alvo de defesas e críticas igualmente apaixonadas.

O agricultor era um dos 2 mil sem-terra presentes na 14ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz Agroecológico no Rio Grande do Sul, em 17 de março, a 25 km de Porto Alegre. Nesta primeira semana de maio, o movimento organizou, em São Paulo, a 2ª Feira Nacional da Reforma Agrária, com exposição da produção de acampamentos e assentamentos.

Para a safra do arroz orgânico de 2016-17, o MST estima a colheita de mais de 27 mil toneladas, produzidas em 22 assentamentos diferentes, envolvendo 616 famílias gaúchas. Também serão produzidas 22.260 sacas de sementes, que não são transgênicas.

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), órgão do governo federal, não diferencia a produção orgânica da convencional (com agrotóxicos e outros aditivos químicos) na sua estimativa atual de safra. Mas o Instituto Riograndense do Arroz (Irga), do governo gaúcho, confirma que o MST é, no momento, o maior produtor orgânico do grão na América Latina.

MANIFESTO PARA UMA EQUIPE ESPORTIVA AUTOGESTIONADA

Tefopress

A prática esportiva é uma ótima maneira de exercitar a habilidade humana de criar consenso, poder coletivo, solidariedade e espírito de equipe, além de trabalhar para a construção de corpos mais saudáveis e de uma comunidade em torno de uma prática saudável.

Dentro destes valores uma equipe esportiva que busque se organizar através da autogestão enfrenta alguns desafios. Não existe a figura do presidente/técnico. É ideal que todo o aprendizado que acontece seja compartilhado com o resto do grupo. É também esperado dos membros do grupo que implementem por iniciativa própria nas suas rotinas de treino o que acharem condizente com os objetivos dentro do time. Todos os membros do time participam das decisões administrativas e esportivas em pé de igualdade e toda forma injusta de autoridade e hierarquia tem que ser destruída.

► Valores Compartilhados
Um dos fatores que definem o sucesso de um time é confiança. E confiança entre companheiros de time vem de acreditar em coisas parecidas. Acreditamos na liberação do ser humano perante sistemas de controle social opressivos como: racismo, machismo, capitalismo, sexismo, especismo e religião. Acreditamos que a espécie humana pode e deve trabalhar na direção da criação de uma sociedade sem classes, sem estado, sem patrão e sem fronteiras onde todos são responsáveis pela saúde e prosperidade de si, do coletivo e do entorno. Um time esportivo não vai mudar o mundo mas é um lugar onde algumas dessas ideias podem tomar forma prática e criar lugares de experimentação e acolhimento

(…)

► Diversão e Socialização
O esporte é uma maneira organizada dos seres humanos se divertirem e socializarem em torno da mesma prática. A única maneira de praticar um esporte errado é se você não está se divertindo. Entre si, as práticas esportivas são diferentes, algumas valorizam mais a parte física, outras a parte mental e algumas contemplam as duas de forma similar. Se você não se sente bem com uma prática converse com seus companheiros e tire suas dúvidas, pode ser que você se sinta melhor fazendo outra atividade, seja em outro esporte ou exercendo outra função, em caso de esportes coletivos.

Colagem Carolina Maria de Jesus

@giuliafagundes______

Colagem

@giuliafagundes______

Ian MacKaye

Wikipedia

Ian Thomas Garner MacKaye (Washington D.C., 16 de abril de 1962) é um cantor e guitarrista americano. Em atividade desde 1979, MacKaye é mais conhecido por ser o líder da influente banda de hardcore punk Minor Threat, e bandas de post-hardcore Embrace e Fugazi, bem como The Evens. Ele é co-fundador e co-proprietário da gravadora independente Dischord Records, em Washington D.C. juntamente com Jeff Nelson.

Uma figura chave no desenvolvimento de hardcore punk e um promotor entusiasta de uma mentalidade independente (DIY ou "do it yourself" da ética punk), MacKaye trabalhou também como engenheiro de gravação e produtor das bandas 7 Seconds, Nation of Ulysses, Bikini Kill, Rites of Spring, Dag Nasty, Necros e Rollins Band. Junto com sua seminal banda Minor Threat, ele é creditado como o criador do termo Straight Edge, embora ele tenha afirmado várias vezes que ele não tinha a intenção de transformá-lo em um movimento.

Sempre ligado a cena pós-hardcore, MacKaye foi um dos responsáveis pelo fortalecimento das gravadoras independentes nos EUA, adotando uma postura contrário ao mainstream e favorável ao underground. Sobre a letra da música "Dinner With The President" do The Evens, Mackaye declarou:

“E, em Washington DC, ir a um jantar na Casa Branca é considerado uma grandessíssima honra. Mas se você reconhece que o governo federal é também uma indústria nojenta, cheia de segredos escusos e gente enlouquecida com o poder, então essa honra não tem valor nenhum.”

Em 2007 o The Evens fez uma turnê na Austrália durante a qual Amy e MacKaye montaram seu próprios equipamentos e tocaram onde nenhuma banda havia tocado antes.

“Se a internet de fato destruir a indústria fonográfica um dia e devolver a música ao ar, será como ver a União Soviética ruir. E ficarei mais do que satisfeito em ver minha pequena gravadora ruir junto."

Pico do Jaraguá

Stefano Maccarini

Faça-você-mesmo

Wikipedia

Faça-você-mesmo (em inglês: do it yourself, DIY) é o método de construção, modificação ou reparação das coisas sem a ajuda direta de especialistas ou profissionais.

O termo tem sido associado com os consumidores, pelo menos desde 1912, principalmente no domínio das atividades de melhoramento ou manutenção da casa. A frase "do-it-yourself" entrou em uso comum no inglês culto na década de 1950, em referência ao surgimento de uma tendência das pessoas a realização de melhoramento da casa e vários outros projetos de artesanato e construção como ambos uma atividade criativa, recreativa e de redução de custos.

Posteriormente, o termo DIY assumiu um significado mais amplo que abrange uma vasta gama de conjuntos de habilidades. DIY é associado com o internacional nas cenas musicais de rock alternativo, punk rock e indie rock, redes indymedia, estações de rádio pirata, e comunidades de zines.

Os termos "DIY" e "do-it-yourself" também são usados para descrever:

☞ Livros autopublicados, zines e histórias em quadrinhos alternativas (tais como underground comix e doujinshis)
☞ Bandas ou artistas solos que lançam sua música em gravadoras auto-financiadas.
☞ Artesanato, como tricô, crochê, costura, joias artesanais, cerâmica
☞ Videogames independentes ou modifications

What’s going on

Marvin Gaye

Motivação pra subir no muro

Carreta Furacão

Ilhabela

Giovani Castelucci